Teônia Soares

Quem ama, tem olhar diferenciado. Teônia  Soares

Textos


Um Olhar de Misericórdia  BVIW



Aquele dia tinha sido demais para minha cabeça e coração. Vi um bezerro com o cordão umbilical ainda pendurado, sendo obrigado a seguir sua mãe na rua, porque tinha que mudar de um curral para outro, na pequena cidade que nasci. Pensei que já tinha visto de tudo que o ser humano era capaz de fazer com eles. O bezerro parou no meio da rua, cansado, pois era muito pequeno, sua mãe também parou, o ser humano que estava montado no cavalo, comandando tudo, aproximou de uma árvore, tirou um galho, que seria para obrigar o bezerro a andar, eu não acreditei, coração disparado, boca seca, olhos arregalados, tremendo inteira, fixei meu olhar de pavor aos olhos daquele homem, ele leu tudo em mim, não conseguia falar, percebeu do que eu seria capaz naquele momento; algumas pessoas observavam de longe e ninguém fazia nada, até que ele teve a feliz idéia de pegar o bezerro e por no ombro, assim, a vaca o acompanhou.

Fico pensando se alguém que ama os animais não estivesse ali, provavelmente ele teria usado aquela varinha, agredido, obrigando uma criatura que quase acabara de nascer, a viver numa selva de pedra onde fazem o que querem com os animais, "eles vivem para servir os humanos", creem certas mentalidades.
Com tanta oração a Deus, uma hora cola no coração humano que todo animal tem o direito de ser visto com a mesma misericórdia que o homem olha para sua própria família. 



                                                                          (Imagem google)

Teônia Soares
Enviado por Teônia Soares em 08/09/2020
Alterado em 08/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras