Teônia Soares

Quem ama, tem olhar diferenciado. Teônia  Soares

Textos


"Era uma vez um sapo e um escorpião que estavam parados à margem de um rio.
_Você me carrega nas costas para eu poder atravessar o rio? - Perguntou o escorpião ao sapo.
_De jeito nenhum. Você é a mais traiçoeira das criaturas. Se eu te ajudar, você me mata em vez de me agradecer.
_Mas, se eu te picar com meu veneno - respondeu o escorpião com uma voz terna e doce -, morro também. Me dê uma carona. Prometo ser bom, meu amigo sapo.
O sapo concordou.
Durante a travessia do rio, porém, o sapo sentiu a picada mortal do escorpião.
_Por que você fez isso, escorpião? Agora nós dois morreremos afogados! - disse o sapo.
E o escorpião simplesmente respondeu:
_Não sei. Talvez porque eu seja um escorpião,
e essa é a minha natureza. "

Índole


Na vida, sempre existirá os escorpiões, se acham os espertalhões, todos ao redor os conhecem, fingem não saber, fingem não conhecer  sua índole, para se ter uma boa convivência. Os escorpiões são desprovidos de sentimentos, fingem muito bem, sabem, estudam suas "presas", se passam por pessoas maravilhosas, até, um certo dia, decidirem mostrar do que são capazes, e ferroam, assim, gratuitamente, as vezes, sorrindo, o veneno escorrendo por entre os lábios, se satisfazendo, e, o que foi envenenado, o que faz?  Nada, sai de mansinho, afinal, DEUS não permite a contaminação quando se tem um coração totalmente entregue a Ele. O veneno maior carrega aquele de coração impuro, que premeditou tudo, que sempre terá novas vítimas, infelizmente,  mas, com a continuação do andar  da carruagem,  provará do próprio veneno, não encontrará o que de bom buscar em si, não suportará a dor de só envenenar as pessoas que lhe desejaram o bem, e destruirá a si. Triste fim. 

 
Teônia Soares
Enviado por Teônia Soares em 09/11/2019
Alterado em 30/12/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras