Teônia Soares

Quem ama, tem olhar diferenciado. Teônia  Soares

Textos


Uma Estrela


Uma tão simples e elegante Estrela brilha no Céu,
Feito um véu esvoaçante,  cintilante,
Deixou saudades dos pequenos abraços,
Dos seus lindos olhos, de profundidade ímpar,
De semblante sério, sorriso tímido, porém, melodioso, de gestos brandos,
De cheiro inesquecível quando, em seu colo,
Sentia seu perfume, aroma de seu coração, cheiro de mãe,
Que vem do Céu, não de fragância fabricada por mãos humanas,
Encostava minha cabeça no seu peito, em seu colo,  fechava meus olhos,
Era exalado a segurança, a proteção que toda filha quer ter,
E a senhora se foi...
Nunca gostei de ir no cemitério lhe visitar,
Não é lá que a encontro,
Porque nunca a enterrei,
A senhora viva está,
Sempre estará,
Nas minhas lembranças,
Nas minhas inquietações,
No meu choro,
Na minha própria prisão,
Nos meus lamentos, 
Nesse momento,
Onde só enxergo o amor tão grande que só da senhora recebi.
Não desfazendo de todos os meus familiares que se foram,
Mas, o amor de mãe, quando se perde,
Não há outro, que chegue perto,
Da dor que sangra,
Quanda se ama e valoriza a Mãe que DEUS nos presenteia,
A mãe, que Ele manda, como canto que nunca finda,
Essa é a alegria da Vida,
Cantar o que se teve, por menor que tenha sido esse tempo vivido.



 
Teônia Soares
Enviado por Teônia Soares em 02/11/2019
Alterado em 02/11/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras