Teônia Soares

Quem ama, tem olhar diferenciado. Teônia  Soares

Textos


Olorosa Infância
 
Sou muito ligada em aromas, para mim, tudo tem cheiro de algo, se há  uma fragrância  na minha vida, que marcou, é o odor suave dos momentos  de felicidade os quais vivi.
A brincadeira suada de correr, alguém pegando minhas mãos e rodopiar, a dança inseparável, respirava música, de Luiz Gonzaga a Bach, pular corda, brincar com minhas bonecas de pano, compradas no meio da feira, minhas bonecas de espigas novinhas de milho verde, e a delícia e incomparável mania de sonhar, sempre, mesmo sem saber ler nem escrever, já fazia poesias com meu olhar aguçado no que a vida tinha de melhor, sempre via diferente, fechava meus olhos, respirava profundamente, e fazia daquilo tudo minha FELICIDADE. O cheiro marcante do perfume seiva de alfazema, era meu ponto de partida para levar e  ter a  suavidade que precisamos para viver. Doce são os instantes mágicos trazidos na recordação que jamais esquecerei, quando chegar minha hora final, quero, se posssível, lembrar desse perfume e sorrir, lembrar da leveza que vivia, quando a vida era somente poesia, e nada no mundo podia interferir nessa fase, que, com a idade, vai se desfazendo...
Corramos para nossa criança interior, derramemos, em nós mesmos, as  mais preciosas lições que aprendemos na infância, a começar, que de quase nada precisamos, quando a criança só tem olhos para as brincadeiras que serviram como degrau de pureza ao seu redor, levantemos nossa bandeira contra as lembranças que doem, precisamos hastear a bandeira do que serviu na criança e hoje serve como luva ao adulto. 
Sempre teremos motivos para sorrir, apesar do choro nosso de cada dia.
Feliz dia para todos os adultos que não permitiram a morte da criança interior, afinal de contas, viver muito é voltar a ser sempre uma criança, sonhar hoje, com os pés no chão, coração e mente no quanto sorrimos  lá atrás, trazendo a doçura da exuberante simplicidade onde vive toda criança.


 
 
Teônia Soares
Enviado por Teônia Soares em 12/10/2019
Alterado em 12/10/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras