Teônia Soares

Quem ama, tem olhar diferenciado. Teônia  Soares

Textos

CARTA A DEUS
Pai,

Que saudade de um tempo não muito distante, onde eu via mais aguçadamente com os olhos infantis e sentia o bem maior sempre agindo, olhava as pessoas e via, sentia a luta de cada um para crescer em Tua sabedoria, e mesmo com tantos problemas eu até ria, tendo sempre a certeza de que para o meu bem e dos meus irmãos tudo contribuia... Hoje a maturidade espiritual parece querer degolar-me, matar a criança que já fui, sei que esse momento é difícil, é igual passar da adolescência para a fase adulta, muitos sonhos se vão, muitas palavras doem mais, sei que tudo isso faz parte de um plano Teu para que eu cresça em Ti, mas Senhor, Te peço, tem misericórdia de mim... Não quero perder a criança que mora comigo,  não quero deixar de ter olhos aguçadamente "infantis" para que eu veja as mesmas cores que já vi, para que eu veja que mesmo aquele flor estando morta, outras virão, há sempre botões de flores querendo desabrochar, há sempre um ombro amigo querendo o outro ajudar,
há sempre a melhor forma para viver e amar. Ensina-me Senhor... Necessito do Teu ensinamento, necessito passar na prova do meu aprendizado Contigo, eu, comigo, nada sei, nada sou, com o Senhor como meu Mestre, sei que não é necessário que eu apresse tudo como um trem louco em disparada sem os momentos certos para olhar a estrada e ver as tantas flores que sorriem, convidando para uma nova vida com amadurecimento, com o teor das lições que passas para mim, eu, da minha parte estou aqui Pai, para aprender, não quero por meu foco em dores as quais não vem de Ti.

Te amo Senhor com meu mais profundo amor!

Tua filha:
Teônia Soares
Enviado por Teônia Soares em 25/11/2010
Alterado em 25/11/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras