Teônia Soares

Quem ama, tem olhar diferenciado. Teônia  Soares

Textos

CARTA A DEUS
Quase acreditei no que escutei,

Quase falei o que não devia,

Mas Tua sabedoria me guia,

Calada fiquei, orei,

Entreguei a Ti o que em mim resposta

Eu não encontraria.

Peço Teu escudo de justiça,

Sinto a calma que antes eu nunca tinha visto,

E que incrível, o inacreditável eu escutei

De uma boca que de Ti não falaria,

Pedindo que eu parasse,

Saísse do “meu mundinho” de poesia,

Como se não desse vida a toda hora

As palavras que em Ti sempre busquei e sempre buscaria,

Foi muito duro escutar tudo aquilo,

Parecia que eu tinha desistido da vida,

Não fosse Tua fidelidade, Deus fiel,

Não fosse Tua calma a colocar-me no Teu Porto Seguro,

Asseguro com toda certeza, que dessa vez eu não resistiria.

Cale o mundo, os inimigos meus,

Calem os olhos que com maldade tamanha,

Veio devagarinho, com tanta manha

Que quase acreditei.

Obrigada Senhor pelo dom do discernimento,

Por hoje fazer essa carta em agradecimento a Ti

Em vez de mais um lamento.

TE AMO!

Tua Filha:
Teônia Soares
Enviado por Teônia Soares em 09/07/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras